Como consigo viver sem forno de microondas

Sempre que recebo alguém aqui em casa eu ouço a mesma pergunta: “Mas como você consegue viver sem o microondas”? Então resolvi escrever este post para dizer que SIM, é perfeitamente possível viver sem ele (e nem é tão difícil, tá gente?).

Quando projetei minha cozinha, já deixei um espaço reservado porque tinha o hábito de consumir produtos congelados com certa frequência, como lasanhas, por exemplo. Nesta época eu lembro que já havia passado dos 100kg, trabalhava muito e tinha preguiça de chegar em casa à noite e ainda ter de cozinhar, então o microondas era um grande “aliado” nas horas de fome.

Porém, quando decidi mudar meus hábitos alimentares, comecei a fazer comida fresca praticamente todos os dias e deixei a utilização do forno de microondas um pouco de lado. O tempo foi passando e há mais ou menos dois anos eu simplesmente decidi me desfazer dele.

Se fez falta? NENHUMA, por incrível que possa parecer.

Hoje eu ocupo o espaço que antes era destinado ao forno de microondas com os alimentos que mais utilizo no dia-a-dia (grãos, cereais integrais e sementes), devidamente acondicionados em potes de vidro para facilitar a visualização, assim fica bem mais fácil lembrar de consumi-los diariamente.

Para esquentar os alimentos, passei a utilizar o forno, fogão e o bom e velho banho-maria, quando necessário. Já quando preciso descongelar carnes e demais alimentos congelados, eu simplesmente retiro do freezer no dia anterior e deixo na geladeira. Simples assim!

Sem contar que pipoca de panela é bem mais gostosa!!!

Claro que não estou dizendo aqui que o microondas é prejudicial à saúde porque ainda não existem estudos suficientes para que eu possa afirmar com certeza este tipo de coisa, mas foi uma escolha pessoal que não me arrependo nem um pouco de ter feito, pois hoje tenho uma alimentação mais equilibrada e procuro consumir alimentos menos processados.

Não julgo quem utiliza o microondas para preparar seus alimentos, até porque é perfeitamente possível ter uma alimentação saudável mesmo fazendo uso deste tipo de forno. O que quero mostrar é aquilo que funcionou para mim, pois a facilidade do microondas fazia com que eu descuidasse da minha alimentação, então me desfazer dele foi um passo super importante na minha reeducação alimentar.

Mas a escolha é de cada um, ok?

Este post foi útil pra você? Então compartilhe com seus amigos!

4 comentários sobre “Como consigo viver sem forno de microondas

  1. Fer, que lindo ficou o seu espaço que seria para o micro-ondas . Adorei! Eu ainda uso muito mas para esquentar leite rsrsrs. Acho que viveria sem sabe? Tudo é questão de hábito né? Obrigada por compartilhar sua experiência.

    Beijooosss

  2. Que legaaaal. Eu uso microondas apenas para arroz, macarrão, assim, do dia seguinte sabe??? Pipoca só de panela…rs
    Não acho que viveria sem microondas, mas por opção mesmo. Comida congelada aqui em casa só os nuggets e o hamburger que amo…rs
    Acho aquelas comidas prontas muito sem gosto.
    Acho bem legal a iniciativa, é uma economia de energia bem grande.

    Beijoks

    http://www.atesemsalto.com

Deixe um comentário

:alien: :angel: :angry: :blink: :blush: :cheerful: :cool: :cwy: :devil: :dizzy: :ermm: :face: :getlost: :biggrin: :happy: :heart: :kissing: :lol: :ninja: :pinch: :pouty: :sad: :shocked: :sick: :sideways: :silly: :sleeping: :smile: :tongue: :unsure: :w00t: :wassat: :whistle: :wink: :wub:

Simple Share Buttons