Correr para emagrecer

Hoje vou falar um pouco sobre um esporte que eu sempre sonhei em praticar: a corrida. Só que até pouco tempo atrás eu não tinha a menor condição de praticá-lo em razão do peso, de uma tendinite no quadril e de várias entorses nos tornozelos (resultado de alguns bons anos de obesidade e falta de cuidado).

Mas em setembro de 2013, quando decidi mudar de vida de uma vez por todas, comecei a fortalecer as articulações com exercícios e a me aventurar na corrida, aos pouquinhos. Não tinha coragem de correr na rua por medo de virar motivo de “chacota” – imagine uma mulher usando manequim 54 e com dores nos tornozelos correndo. Seria uma cena no mínimo “dantesca”.

Então resolvi começar usando uma esteira em casa, porque nunca gostei do ambiente de academia (sei lá, aquele cheiro de jaula, sabe?)… Enfim, me sinto melhor em casa porque posso escolher o melhor horário, não preciso me preocupar com a roupa, não tem ninguém me olhando, nem dizendo o que eu devo fazer… Sou assim mesmo. :silly:

Mas não estou dizendo que não se deve fazer academia, tá gente? Eu prefiro a liberdade de me exercitar sozinha, mas é uma escolha pessoal, não estou aconselhando ninguém a começar um programa de exercícios sem a orientação de um profissional, exceto se já tiver um bom conhecimento e experiência, ok?

Bom, para começar então eu reservei um cômodo da casa para atividade física e equipei com uma esteira (que suportava até 130kg), um banco e alguns pesinhos. Comecei fazendo caminhadas leves, depois fui intercalando com corrida aos poucos (pouco mesmo), pois estava tão pesada e sem condicionamento físico que correr durante 1 minuto era uma tarefa praticamente impossível.

A vantagem da esteira é que ela consegue amortecer até 40% do impacto – e isso para uma pessoa de mais de 100kg é uma grande coisa. Caminhar ou correr na rua, embora seja bem mais agradável, pode causar sérias lesões em quem está muito acima do peso, então muito cuidado!

Apesar de não ter nenhum condicionamento físico no início, fui percebendo as mudanças no decorrer do tempo, tanto no fôlego quanto na resistência das pernas – e, claro, na perda de peso também. Quando atingi meus primeiros 12 minutos de corrida, senti que eu era capaz de fazer qualquer coisa. :ninja:

Se você quiser começar a correr, aqui vão algumas dicas importantes:

  • Consulte um médico e faça todos os exames físicos para verificar se sua saúde está ok.
  • Procure ajuda de um profissional, seja em uma academia ou até mesmo um personal trainer. Se optar por começar sozinho, pesquise sobre o assunto e nunca faça nada sem ter conhecimento, pois você pode se machucar. Na internet existe muito material disponível sobre exercícios, vale a pena procurar. Informação é poder!
  • Comece aos poucos, intercalando corrida e caminhada, mesmo que seja 1 minuto de trote e 5 de caminhada, depois vá aumentando gradativamente até conseguir correr.
  • Se está muito acima do peso, tome cuidado com as articulações (procure fortalecer a musculatura) e se sentir dores, tonturas ou mal-estar durante a prática de qualquer atividade, pare imediatamente.
  • Não esqueça de tomar muita água antes, durante e depois dos exercícios e também de se alongar.

A corrida é uma atividade super completa e gera uma incrível sensação de bem-estar pela liberação de endorfina – uma substância produzida pela glândula hipófise que é considerada um analgésico natural. Mas se o seu objetivo é o emagrecimento saudável, deve lembrar que a atividade física tem que ser combinada com uma boa alimentação e redução de calorias para que promova a perda de peso.

Experimente correr! É tudo de bom! :wink:

 

4 comentários sobre “Correr para emagrecer

Deixe um comentário

:alien: :angel: :angry: :blink: :blush: :cheerful: :cool: :cwy: :devil: :dizzy: :ermm: :face: :getlost: :biggrin: :happy: :heart: :kissing: :lol: :ninja: :pinch: :pouty: :sad: :shocked: :sick: :sideways: :silly: :sleeping: :smile: :tongue: :unsure: :w00t: :wassat: :whistle: :wink: :wub:

Simple Share Buttons